The First about Responsibility

Meu blog sempre foi um relato meu sobre o meu mundo de au pair. Eu gostava de saber que o blog virou referencia e passou a ajudar outras meninas. Mas de uns tempos pra cá eu comecei a sentir isso como um peso, uma responsabilidade.

Tenho visto MUITO absurdo nessa vida au pair. Algumas coisas até q eu passei eu nunca tinha contado aqui até o último post. Outras não contarei pra me preservar e a minha host family. Mas tudo isso me fez refletir sobre minha responsabilidade com vcs, se eu não estava vendendo o programa pink demais.

Nunca neguei informação. As meninas que me tem no face tem acesso a mais coisas. As que me pedem conselhos antes de match ou por skype tem um relato mais fiel e coisas que eu acho importantes serem discutidas antes de ser ter o match. É o que eu chamo de match consciente.

Eu ainda recomendo o programa. Sei que ele é a única opção pra muitas meninas terem uma experiência no exterior, me coloco entre essas. Sei também que tem muito au pair que não vale o feijão enlatado que come. Mas sendo au pair confesso que minha preocupação é com o lado mais fraco nessa história, nós.
Se uma família pega uma au pair ruim ela certamente escolherá a próxima com mais critério e nunca ouvi caso de família que saiu do programa pq não achou au pair.
Entretanto, quantas meninas você já soube que estava desesperada atrás de família sob risco de voltar pro Brasil?
Quantas meninas passam por situações absurdas e abusivas e não tem ajuda de ngm?
Quantas histórias de LCCS inuteis e incompetentes a gente conhece?

Nosso dinheiro fica no Brasil. O das famílias estão aqui, eles tem o poder. Tem LCC consicente e responsavel? TEM! Mas isso aí depende de sorte. Assim como tbm depende de sorte pegar uma família boa. Podemos nos previnir ao máximo, mas ainda temos que contar com a sorte deles não serem mentirosos.

A gente tem tanto medo de fazer pergunta demais, de parecer chata e ter um feedback negativo das famílias que passam pelo nosso perfil que muitas vezes somos omissas, fingimos não nos incomodar, nos calamos.
Honestamente, eu fiz isso de novo no meu segundo match (sim, eu tive um match), mas não estou preocupada, pq se não der certo eu vou embora. Mas e qm tá chegando cheio de sonho e objetivo?

Ando absurdamente revoltada com o programa, com as agencias, com os descasos. E cada rematch de uma de vcs, cada historia ruim de uma de vcs doi em mim. De verdade, sem demagogia! Até as historias de meninas q eu nem sei qm sao me incomodam demais.

De novo, eu ainda recomendo o programa. Mas peço que você se cubram de cuidados, reza, proteção!
É seja chata, lembrando que chata não quer dizer sem noção. Não é pedir um carro só p vc. É se informar ao máximo e o fato de não ter carro será um problema. É saber como a família disciplina as kids. É saber se seu quarto tem porta. É saber se vc poderá comer o que quiser na geladeira ou se vai ter etiqueta na comida da au pair. 
"Mas Ina e se me taxarem de chata?". Melhor aí no Brasil do que a família sentar e sambar na sua cara, te dar uma pessima recomendação, sua lcc ser uma bunda mole e você voltar pra casa depois de não achar uma família no rematch!
"Ah mas eu quero muito ir pros EUA". Mas ctz q vc quer vir e ficar! Vc não quer voltar pra casa depois de um injusto rematch. Pq acontece gente! A família Hitler te contrata, a sua LCC é o Mussolini e vc nao tem ngm p te dar asilo! (Inaie tbm é cultura! hahahaha).

E não se submeta ao que você acha demais pra vc. NGM CALÇA O SEU SAPATO! Se p vc é importante ter fds off, se vc acha q mais q x kids é demais p vc, se vc nao querer morar uma fazenda sem carro, se vc tem medo de babys...NAO FAÇA O MATCH! De novo, é melhor escolher uma família com calma e escolher bem, do q ter duas semanas e aceitar qlqr coisa.

Espero ter sido clara. Dúvidas eu tô aqui. Comenta, me acha no face, manda email, me pede meu skype! Eu realmente sinto prazer em ajudar!
E que a sorte esteja c vcs!

Beijos!

7 comentários:

  1. gente, que que deu em ti? o blog voltou com todo o vapor! hehe
    e como assim tu fez isso com a segunda familia?tu ate falou que nao queria cozinhar hehe

    beijios!

    ResponderExcluir
  2. Muita coisa acumulada na cabeça, Duda! hahahahahaha
    Eu falei q não cozinhava naquelas...falei q topava cozinhar dois dias da semana p familia...pq eu sei q mto au pair faz isso. Mas nao tava afim nao, dai melhor ainda q eles disseram q eh soh p kids #ShameOnMe
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oii Inaiê, eu me chamo Angélica, adorei o post .. um pouco triste o assunto, mais é importante saber!!
    Me passa seu e-mail? ou me manda um Oi la no meu! ge.cps@hotmail.com
    Bjoos

    ResponderExcluir
  4. Inaie tambem é cultura. Hahahah
    Otimo post. :)

    ResponderExcluir
  5. Como assim eu ainda não tinha visto seu blog? hahahha olhei tantos blogs antes do processo todo, application e tal e perdi o seu, parabéns, ajuda bastante! Esse post então, é pra todo mundo ficar ligada mesmo né.
    Meu nome é Ana Beatriz Hordonho e vou embarcar mês que vem!!!! Ai ai!!! To com um blog também, sobre tudo, vou dividir todas as experiências e to contando um pouquinho de tudo! O blog é: www.vidadeaupair.com Da uma olhada!!! Beijao, boa sorte aí!

    ResponderExcluir
  6. Adoreei seu blog...li quase tudo em uma tarde! Rs
    Achei ótimo esse choque de realidade haha
    Continue postando!
    Bjo bjo

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Followers

Blog contents © Au pair 2013! 2010. Blogger Theme by NymFont.